Blog 8 dicas de contabilidade para atacadistas 11 novembro 2021

A contabilidade para atacadistas é um grande diferencial para esse tipo de empresa e hoje, com as dicas que passaremos, você saberá o porquê dessa afirmação.

Isso porque um atacadista vende um maior número de produtos que um comércio de varejo, então a questão financeira tem um peso ainda mais relevante nesse contexto.

Por isso, devido à competitividade e aspectos que envolvem esse modelo de empreendimento, é necessário serviço de contabilidade ajudando na condução da organização.

Um dos principais motivos de os empresários procurarem um contador é descobrir soluções para reverter uma baixa financeira, ou seja, eles anseiam por estratégias de melhoria dos resultados do atacado.

Pensando nisso, listamos 8 dicas de contabilidade para atacadistas. Continue conosco!

1. Invista em contabilidade para atacadistas na abertura de empresa

O primeiro passo para o sucesso de um comércio atacadista está em um bom planejamento. Então, ninguém melhor que um escritório contábil especialista em serviços para atacados.

Esse profissional irá direcionar o gestor as melhores decisões e caminhos, com o objetivo de tornar a abertura de sua empresa atacadista um bom negócio.

Com o auxílio de um contador focado em atacado, o empreendedor pode criar as metas do estabelecimento e desenhar as estratégias de venda para o empreendimento começar com o pé direito.

2. Tenha atenção com o regime tributário

O pagamento de impostos impacta o caixa da empresa atacadista assim como qualquer outro negócio.

Nesse caso, como lida com um grande número de produtos, o recolhimento de contribuições tende a ser elevado, especialmente se o negócio estiver enquadrado em um regime jurídico que consome mais recursos.

Por isso, é primordial prestar atenção nesse detalhe, contando com a ajuda de um escritório contábil que analise o enquadramento tributário do atacado.

No Brasil, existem três regimes tributários: o Simples Nacional, o Lucro Real e o Lucro Presumido.

Assim, o contador deve verificar se a companhia está na tributação correta, pois pode acontecer do empresário atacadista está pagando tributos além da conta, o que resulta em prejuízos financeiros.

3. Tome nota das movimentações financeiras

Um bom gestor atacadista conhece a fundo as movimentações financeiras do seu negócio.

Por menor que elas sejam , é importante ficar por dentro da situação do caixa, até como uma forma de se prevenir contra possíveis períodos difíceis.

Além de que também o registro adequado dos dados ajuda na elaboração de medidas assertivas.

Com um controle do fluxo de caixa bem feito, o financeiro consegue entender o que está entrando e saindo do atacado, e onde é possível abordar ações para solucionar o problema.

Enfim, o ideal é procurar economizar no que for possível, e uma maneira de fazer isso é conhecendo os incentivos fiscais voltados para o mercado atacadista.

No Distrito Federal, por exemplo, a Lei 5005/2012 garante um recolhimento diferenciado sobre a apuração do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

O intuito dessa lei é valorizar o incentivo fiscal, através da redução da carga tributária do setor atacadista.

4. Crie metas realistas para o seu atacado

Um dos princípios do sucesso está na criação de objetivos. Isto é, as chances de crescimento para a empresa, calculando quanto ela pode prosperar no mercado em determinado período.

Dessa forma, é primordial trabalhar com metas reais, adaptadas à realidade do negócio, visto que os objetivos de difícil alcance podem desenvolver traumas para o time.

Por outro lado, evite também objetivos simples ao extremo que acabam desmotivando a equipe.

5. Simplifique os processos operacionais

Uma das tarefas que mais geram custos para um estabelecimento são os processos operacionais.

Ou seja, quanto maior o tempo empregado nesses processos, mais caro custará a administração da empresa atacadista.

Logo, é imprescindível verificar se algum método pode ser melhorado, ou então se ele ainda é mesmo útil para a companhia.

Assim, o empreendedor poupa tempo e principalmente custos, o que reflete positivamente no caixa do atacado.

6. Analise frequentemente o progresso do seu atacado

Assim como é importante ser estratégico, também é essencial saber mensurar os resultados do negócio, e isso deve ser realizado por meio de métricas de desempenho das vendas.

Depois, deve ser analisado o que os dados revelados representam, já que essa avaliação necessita ser feita constantemente, com o intuito de alinhar as metas e ganhos da empresa.

Outro ponto interessante consiste em comparar resultados de períodos distintos, verificando quais as metas daquela época e o que a instituição conseguiu de resultados hoje.

Nesse cenário, podemos dizer que não alcançar uma meta estabelecida por completo, mas conseguir uma parte dela, não quer dizer um fracasso total, por exemplo.

7. Divulgue os dados com o time

Em geral, sabemos que a maior parte das informações são enviadas para a direção. Porém, na verdade, é vital que todos os colaboradores tenham acesso a esses dados.

Isso porque uma grande parcela da gestão atacadista acontece na microgestão efetuada pelos próprios funcionários na rotina da empresa.

Afinal de contas, quanto mais eles estiverem inteirados das informações estratégicas do negócio, mais serão independentes e atuarão com eficiência em seus cargos.

8. Automatize a gestão dos dados

Essa dica tem a ver com o que falamos no item 5. Novamente, ressaltamos que os processos enxutos podem ser ainda mais eficazes.

Para tal, tanto a colheita como o compartilhamento de informações pode ser otimizado com a automatização de sistemas de gestão financeira.

Essa tecnologia é formada por um conjunto de softwares que dispõem de um banco de dados para todo o empreendimento.

Através dessa solução segura, o atacadista evitará menos erros e conseguirá acelerar os processos, garantindo sucesso nas operações comerciais e geração de receita.

Conheça a Gomide Contabilidade

Pelas dicas contábeis que trouxemos, pudemos perceber que para melhorar e manter os resultados do seu comércio atacadista, nada melhor que contar com o apoio da contabilidade especializada nesse setor.

A Gomide Contabilidade é especialista em empresas atacadistas, atuando há mais de 50 anos no mercado.

Então, se você tem interesse sobre a oferta de serviços de contabilidade para atacadistas, acesse o nosso site e conheça o que podemos fazer por seu empreendimento.

Destaque em Blog