Blog Como abrir empresa em Brasília? 02 dezembro 2021

Você decidiu abrir uma empresa em Brasília e deseja saber os passos necessários para obter sucesso nessa empreitada?

Então, você chegou no lugar certo, pois nós vamos te ajudar a tomar as melhores escolhas quanto a este novo empreendimento.

Por isso, confira as dicas que vamos falar ao longo deste conteúdo, porque ao terminar de lê-lo, com certeza você estará por dentro de tudo que é preciso para dar entrada na abertura da sua empresa em Brasília. Vamos lá?

Por que abrir empresa em Brasília?

Apesar de ser vista apenas como uma terra política — por ser sede do governo federal —, a cidade tem outros atributos.

Entre eles, destacamos o crescimento dos setores de agricultura, varejo e da construção civil.

Além disso, Brasília é a 3º cidade mais rica do Brasil, o que a torna moderna e com poder competitivo.

Contando com 3.094.325 moradores, a realidade econômica da capital do Distrito Federal é bastante promissora, além de que a inovação é a palavra de ordem para empreender em Brasília.

Tudo isso requer a atenção e disciplina de profissionais contábeis experientes nas demandas organizacionais envolvidas na abertura da empresa.

Nos tópicos seguintes, traremos as etapas para tirar a sua ideia do papel. Acompanhe!

1° passo: Planejamento para abrir empresa em Brasília

Essa etapa é essencial para organizar as ideias, afinal não se abre uma empresa em Brasília somente criando um CNPJ.

A constituição legal do negócio deve ser observada, bem como o conhecimento dos direitos e obrigações enquanto empreendedor.

Principalmente para quem nunca empreendeu, abrir um estabelecimento pode parecer complicado, mas isso pode ser resolvido com o apoio de uma boa equipe de contabilidade.

Esse tipo ficará responsável por apoiar a gestão dos recursos desde o início da empresa, prevenindo erros e penalidades.

2° passo: Escolha do segmento de atuação

Mais que decidir o ramo de atuação, é preciso conhecer a fundo o segmento em que você deseja empreender.

Isso envolve o estudo dos concorrentes, o local escolhido para sediar o estabelecimento e principalmente as despesas gastas na abertura e manutenção da organização.

Sobre os ramos de atuação, o empresário pode atuar com:

Comércio atacadista

Os atacadistas, ou simplesmente atacados, são os comerciantes que vendem produtos para distribuidores, sempre em grande volume.

Esse aspecto possibilita um preço mais baixo, que viabiliza um lucro maior devido ao baixo custo da venda.

Existem inúmeros exemplos de comércios atacadistas, podendo ser de bebidas, roupas, cosméticos etc.

Comércio varejista

O comércio varejista busca vender produtos para o consumidor final. São os mercados, farmácias, lojas de roupas etc.

Esses comerciantes lucram a partir do baixo investimento em comparação ao atacadista e a chance de conseguir bons clientes e obter uma margem lucrativa vantajosa.

Prestação de serviços

A prestação de serviços não trabalha com posse de produtos, tendo uma vasta opção de empresas, desde as mais simples como as chamadas de intelectuais.

Assim, quem é cabeleireiro, mecânico, designer, médico, arquiteto e cuidados de idosos pode abrir uma empresa especializada na prestação dos serviços.

Aliás, os prestadores de serviço têm também a possibilidade de abrir empresas focadas no bem-estar social, como as ONGs (terceiro setor).

Em todas elas, o auxílio de uma contabilidade em Brasília é de grande valia para o correto enquadramento tributário.

Indústria

As indústrias pegam matérias-primas e as transformam em bens que são vendidos tanto para os atacadistas como para os varejistas, porém nunca para o consumidor final.

Uma confecção de roupas é exemplo de empresa do ramo industrial.

3° passo: Decisão sobre a natureza jurídica

A natureza jurídica são os tipos de empresas que você pode abrir na capital federal.

Essa decisão influencia no regime de tributação do negócio, além da necessidade de possuir um sócio ou capital financeiro para iniciar/operar as atividades.

Enfim, os tipos de empresas pode ser os seguintes:

  • Sociedade Limitada (LTDA): é aquela formada por dois ou mais sócios, com o intuito de criar um negócio no ramo industrial, de prestação de serviços ou no comércio. A responsabilidade dos sócios é alinhada ao valor investido no capital social.
  • Sociedade Simples Limitada: é a sociedade também formada por dois ou mais sócios, após o registro no cartório de pessoas jurídicas. Geralmente é a escolhida por médicos, advogados e demais profissões intelectuais.
  • Sociedade Limitada Unipessoal (SLU): possui as mesmas características das duas sociedades anteriores, com a diferença de que não exige sócio.
  • Empresa Individual: é a empresa aberta na Junta Comercial para atuação em alguma atividades profissionais. Nessa constituição, o empresário responde ilimitadamente as obrigações (principalmente dívidas) com seus bens pessoais, o que pode ser desvantajoso.
  • Microempreendedor Individual (MEI): indicado para quem quer faturar pouco, o MEI tem uma abertura simplificada e um baixo custo de formalização.

4° passo: Definição do regime de tributação

A escolha do regime tributário é uma parte fundamental da abertura de uma empresa, já que os impostos a se pagar são decisivos para o progresso da instituição. No Brasil, existem três regimes tributários:

  • Simples Nacional: é um regime simplificado que recolhe os impostos em uma única guia mensal.
  • Lucro Real: tributação em cima do valor líquido da organização. Algumas empresas são enquadradas automaticamente nesse regime.
  • Lucro Presumido: formato no qual o governo prevê um dado lucro e a partir dele tributa a instituição. Escolhida por alguns empresários para pagar menos impostos, o Lucro Presumido também é a alternativa de muitos negócios que não podem pertencer ao Simples Nacional.


Pronto para abrir uma empresa em Brasília? Conheça a Gomide Contabilidade!

Hoje você aprendeu como abrir uma empresa em Brasília, mas é natural que algumas dúvidas ainda existam e é por isso que nós estamos aqui.

Isso porque a Gomide Contabilidade atua há mais de 50 anos, somado ao fato que contamos com mais de 40 especialistas cuidando do seu negócio, desde a constituição até o início das atividades e manutenção.

Fazemos a diferença na vida empresarial de prestadores de serviço, atacados, indústrias, profissionais e empresas de saúde e associações sem fins lucrativos.

Por isso, convidamos você a acessar nosso site e conhecer nosso trabalho e saber como podemos te ajudar!

Destaque em Blog