Blog A importância do controle financeiro para clínica odontológica 23 julho 2020

O controle financeiro para consultório e clínica odontológica é uma das tarefas mais importantes para o gestor, exigindo conhecimento por parte do empresário para que o negócio possa ter lucratividade suficiente para os pagamentos de todas as contas e novos investimentos.

Engana-se quem pensa que para o controle financeiro basta conferir apenas o saldo de caixa, constatando que o negócio está oferecendo resultados. Seja um pequeno consultório ou uma clínica odontológica de grande porte, o movimento financeiro é de suma importância para garantir a boa gestão da empresa.

Com um controle financeiro efetivo, é possível planejar novos investimentos e oferecer novos serviços que permitam maior fluxo de clientes e, consequentemente, maior produtividade. Para um dentista empreendedor administrar sua clínica ou consultório com tranquilidade é necessário conseguir equilibrar todas as suas tarefas do dia-dia, e isso é praticamente impossível quando existe tantas questões administrativas financeiras e pacientes a serem atendidos.

Esse talvez seja o seu principal desafio: administrar o seu tempo e ainda se preocupar com o que é gasto e o que é recebido. Pode até parece difícil, mas não é uma tarefa impossível.

A seguir os principais erros na administração financeira da sua clínica odontológica:

Misturar contas pessoais com a empresa

Em um consultório ou clínica, onde o gestor é o principal profissional, misturar as contas pessoais com as contas do negócio é um erro. O ponto essencial é entender que a empresa é uma coisa e o empresário é outra.

É preciso possuir suas contas pessoais e mantê-las de forma independente.

Uma boa estratégia para manter o controle é estabelecer um valor de retirada, que seja suficiente para pagar as contas pessoais, colocando essa retirada como uma despesa para a empresa para a sua clínica odontológica e seu consultório ter sucesso.

Com o acompanhamento contínuo e efetivo é possível identificar falhas de processo ou dividas entrando em ação antes que o problema se torne grave ou irrevogável. Como são muitos os caminhos de saída, torna-se inviável acompanhá-los de forma manual. Ou seja, a sistematização do processo é a forma mais eficiente de conciliar informações de forma macro e detalhada os indicadores financeiros.

Não registrar todas as operações realizadas

O registro de operações ajuda a manter o controle sobre a companhia. Somente assim será possível saber se o departamento de compras precisa adquirir mais unidades de determinado produto, o quanto de dinheiro entrou no caixa, o quanto saiu para pagar contas, quantos clientes foram atendidos, qual foi o volume de operações em determinado dia, mês ou ano e etc.

Não atualizar o fluxo de caixa

O fluxo de caixa contém o registro de todas as transações financeiras realizadas na clínica, como contas a pagar e a receber. Por isso, é extremamente importante que o dentista o mantenha atualizado.

Com um fluxo de caixa atualizado é possível verificar se a clínica está sendo rentável. Caso você esteja obtendo prejuízos é o momento de traçar novas metas e fazer um plano de ação.

Nenhum negócio sobrevive baseado em perdas!

Se você possui dificuldades em lidar com as contas, opte por um software de gestão ele fará todos os cálculos necessários e lhe mostrará qual o lucro ou o prejuízo da sua clínica. Além disso, é mais fácil atualizar os dados nesse sistema.

Não estabelecer um valor fixo de pró-labore

Defina um valor fixo de pró-labore para cada um dos sócios, inclusive para você. Esse valor pode ser igual para todos ou proporcional ao capital que cada um aplicou na abertura da empresa. Monitorar essa remuneração evita distorções na companhia e brigas entre os sócios.

Não fazer um demonstrativo de resultados

Um bom demonstrativo consegue fornecer aos sócios um diagnóstico completo dos processos da companhia, incluindo os custos e as receitas além de indicar se a empresa é lucrativa, o demonstrativo te ajuda a entender o porquê.

Sem uma análise correta do planejamento financeiro fica difícil prosperar. Ou seja ter um sistema de gestão financeira é essencial para garantir os lucros!

Um dos principais profissionais que pode auxiliar a gestão financeira da sua clínica é o contador, profissional que orienta sobre todas as dúvidas financeiras-administrativas da empresa, sendo ele o responsável pela legalização do estabelecimento junto aos órgãos de fiscalização e controle, além de direcionar questões tributárias, trabalhistas e fiscais.

Precisando de ajuda entre em contato conosco.

 

Destaque em Blog